Monthly Archives: November 2014

Para ter em consideração: Top3 Artista

Este Top 3 é dedicado a todos os artistas plásticos, escultores, fotógrafos e coisas a assim assim.

top3_artist
Top 1:
O artista erudito
Como o nome indica, o artista erudito é aquele que tem grande conhecimento e sabedoria e não se importa de falar sobre as suas origens e onde basea a sua obra artística.

Atenção: A forma mais agressiva do artista erudito também conhecido por  “artista professor”, pois uma simples pergunta como “onde é o wc?” passa para uma dissertação explicativa do trabalho de Duchamp (R.Mutt) sobre o dadaísmo e não pense que se fizer as suas necessidades pelas pernas abaixo que faz calar o “artista professor”, pois vai entrar em conversa sobre o que é performance, dando exemplo do género “Art Piss”.

Ideia
: Já agora deixo a ideia, que tal criamos o conceito de “Art Shit” (existe uma performance de um casal português que “reflete sobre este tema”), em que todas as pessoas cagam para o chão e limpam com um jornal? (Não faça, apenas estou a ser irónico).

Top 2: O artista wannabe erudito
Este é uma das formas mais agressivas de um tipo de artista, pois questões como “Sabias que existe outro artista que faz exactamente a mesma coisa que tu?” ou “Viste a ultima exposição no Museu?”, passa a ter uma conotação negativa (ao artista) fazendo que o artista comece a insultar sem razão aparente. Também passa por momentos que não sabe explicar o que produziu e tem ideias de montagem das peças completamente mirabolantes. Parte do wannabe erudito passa na leitura de revista como a Esquire , Art Forum e Maria (etc.. ) inspirando-se/copiando ideias estrangeiras. Referindo-se sempre de filmes e de livros que ninguém de perfeito juízo lê ou vê.

Atenção: Formas mais agressivas do artista “wanna be” erudito, é preciso ter atenção, pois perguntas inocentes desde “Está bom tempo” ou “Lembrei-me de uma poesia dos Lusiadas” passam a ser grande insulto para o artista sem razão aparente. Depois do primeiro ataque de histerismo, aconselho-lhe, não ligue e não perca mais tempo.

Má ideia: Se a tua temática são “pilas”,faz-me um favor, não espalhes as tuas ideias por todos os locais que passes, é um “caralho”.

Top 3: Qual artista?
Está é a forma mais básica a todos os “artistas” que saem da Universidade (exemplo, Bellas Artes). Conversas do género “Meu colega artista” entre os primeiros anos da Universidade é exacerbante. Mantêm aquela ideia que todos os artistas conhecidos tiveram acesso ao ensino superior, mesmo que as aulas leccionadas sejam uma mistura de oregami e dobrar envelopes.
Estatisticamente a cada 5 turmas de Bellas Artes existe apenas 1 Artista confirmado (fonte: INNPT)

Atenção: Fazer performance arte têm muita coisa que se lhe diga,  se não se sente à vontade apresentar os seus “trabalhos”, acredite que não se vai sentir à vontade estar à frente de várias pessoas, fazendo sabe-se lá o que… Temáticas como deficientes ou cadeiras de rodas ou drogados é considerado mau gosto.

P.F.F: Ficar parado a olhar para as pessoas ou gritar a dizer parvoíces não é uma performance, é um atrasamento mental e uma perda de tempo para quem a vê.

Conselho: Caro “Artista” que estás a sair das Bellas Artes ou Estabelecimento de Ensino  similar, aconselho-te com a maior convicção, se queres seguir tais estradas enjambradas nunca deves desistir! Contudo, não metas a tua arte ao preço de artistas conhecidos… Explicando para miúdos, entre dois iogurtes iguais com marcas diferentes qual compras? deixa pensar.. o que tem a melhor marca!!

Para ter em consideração: Estragar tempo de Qualidade no WC

Este TOP 3 são todas as pequenas/grandes coisas que podem estragar o nosso tempo de qualidade no WC.
top3_wc

TOP 1: Perigo de se “Auto-violar”
Esta é a parte que as televisões ou jornais não falam, a parte “menos” bonita de quem usa o WC ou quarto de banho. É um perigo silencioso, que não escolhe idades nem sexo!
Aquele momento no qual o papel que utilizamos para limpar o nosso traseiro é demasiado fino, e ao efectuar o esforço numa limpeza profissional esse mesmo papel rompe-se dando assim um sentimento de desconforto de uma “quase auto-violação” espontânea. Graças a este problema, em muitas casas não se olham hás despesas do papel higiénico, criando um grande negócio ao papel quadruplo ou quintuplico!

Atenção: Derivado a esta situação, muitos homens descobrem o prazer prostático e depois é complicado tira-los do WC.

Top 2: Falta de Papel!
Por esquecimento ou lapso todos nós uma vez na vida passamos por isto, aquele momento que puxamos as calças para cima, mesmo não estando limpo e depois efectuamos pequenos passos para não nos sujarmos enquanto vamos buscar o papel a outro lado!

Atenção: Já ouvi dizer que a técnica de utilizar as meias é bom, mas faz-me confusão entre os cheiros que  o rabo já contém adicionar o chulé.

Top 3: Falta de algo para ler
Isto é uma das coisas mais graves que pode levar o insucesso escolar!
Posso vos dizer por experiência própria, que estudei muitos exames desde do preparatório à universidade e com resultados superiores ao que fiz nesse dia na retrete!
Quando uma pessoa senta(e)-se e nota que não tem nada para ler, começa a ler garrafas de champô ou medicamentos perdidos no WC, dando muito jeito para fazer a selecção dos medicamentos fora de prazo.

Atenção: Utilizar o seu telemóvel ou tablet é pouco higiénico, não se esqueça de lavar as mãos e desinfectar o telemóvel/tablet!

Atenção #2: Utilizar os dispositivos da empresa em que trabalha no WC e depois perguntar ao seus colegas se precisam do dispositivo para trabalhar é nojento, por-favor não faça isso.