Tag Archives: Webcomic

Para ter em consideração – Bebés

Há de chegar um dia em que um dos teus amigos ou colegas começam a ter filhos. Que momentos de felicidade (ou não, depende). Prossegue-se logo ao ritual de apresentar a cria a todo o clã, seja por visita ou por fotografia.

O bebé é feio! Saí bicho! 

Mal se vé a criança de relance, já se começa a ter medo. Só para depois confirmar quando olhamos para ele diretamente –  “Fogo a criança parece um cotovelo”, “joelho” ou parece um “anão de fraldas após ter tomado a medicação”. Lá tenta-mos controlar o vómito e começamos a procurar parecenças com os Pais para que o bebé se torne mais bonito. Frases como “Tem os olhos da mãe” só serve para enganar os Pais que esperam que se lhes diga “O bebé é mesmo lindo”. É nesse momento que a pessoa faz um sorriso forçado e diz ‘é parecido com o pai’ (pois.. o pai ou mãe são feios).

P.S- Ninguém deve ficar melindrado pelos seus amigos dizerem que o seu filho/filha é feio! Ele vai crescer e na mesma forma que encontrou um parceiro ou parceira ele também vai encontrar. O que importa é que seja feliz.

P.S- Os bébés são bébés, criaturas cujos os pais poderão passar horar a tentar ver parecenças para depois chegarem à conclusão que são mais parecidas com o gato.

Comparar os animais com as bebés

Depois de todas as colegas/amigas/conhecidas terem tido todos os seus rebentos e estarem sempre  a falar deles. Chega o momento em que aqueles, que não têm bebés, começam a falar dos seus animais “domésticos” ou “familiares de quatro patas”. Normalmente começam para desenjoar sobre a conversa dos bebés mas torna-se rapidamente numa seca de 2 horas – “o gato foi ao bacio”. Sim, é verdade, os gatos comem, cagam e saltam para todo o lado. Afinal todos os animais fazem o mesmo.

P.S- Nós compreendemos porque as pessoas preferem os animais. Ao contrário dos filhos que se podem tornar uns ingratos, os animais são aquilo que sempre foi. E se não gostarem deles podem sempre deixar a porta aberta (não é no sentido literal, não quero queixas da PAN).

P.S- Um animal doméstico nunca será um ser humano. Faz companhia, isso é verdade.

Pais exageradamente protetores!

Esta é uma nova moda, pais sempre ligados no Facebook e em todas as redes sociais. Cheios de medos que as pessoas mal intencionadas possam usar um algoritmo nas imagens e pelo GPS triangularem a localização que acabam por partilhar. Pior metem a foto da criança com um emoji na cara, por exemplo um hambúrguer gigante… O contra-censo é enorme.

Pais de Portugal, isto é para vocês, se têm medo – NÃO PARTILHEM AS FOTOS. Melhor, não partilhem NADA, até terem idade adulta.

Dica #1 – Façam como eu, “Não seguir” no Facebook – mantêm a amizade mas não sabem que ignoras todas as fotos que inserem (win, win).

A parecença!

É mais um tópico de grande discussão, ele “é parecido com o pai ou com a mãe?”, começa com isto e termina sempre no tio-avó do lado da mãe, que numa fotografia no batizado em 1920, de lado com vista para cima e a preto-e-branco é parecido com o bebé que estamos a ver pela primeira vez. Mal conhecemos os Pais e muito menos o familiar que fazem referência. Claro que as parecenças são as mesmas que encontra no bébé das caixa do “Nestum” ou da “Dodot” que existem desde 1940 .
O problema é que comparam tudo, até os ruídos normais enquanto ser vivo –  “ohhh arrotou parece mesmo o pai”; ou -“deu um pun (ou peido, para os do norte) parece mesmo com o avó”. Caríssimos os bebés são bebés, comem, bebem, choram e riem-se, são assim durante uns anos até crescerem.

Dica #1 – Quando começarem com esta conversa, mudem rapidamente de tema, falem sobre trabalho, não existe melhor forma para os amigos/colegas ficarem com má cara.

O que não deve fazer: enquanto beijas alguém!

top3_naodevefazerenquantobeija
Top 1: “Espirrar!”

Aquele momento enquanto beijas a cara-metade e por algum motivo começa a comichão no nariz. E, sem controlo espirras mesmo na cara da tua namorada(o) com um belo espirro mesmo na cara, como mandar uma pessoa à m*rda 😀

Atenção: Pode sempre alegar que “Parar o espirro, faz mal”.

Top 2: “Arrotar!”

Depois de uma maratona de beijos, o/a atleta começa a sentir uns afrontamentos… e depois de engolir muito ar consegue lançar uns arrotos.

Atenção: Pode sempre alegar que “Parar o arroto, faz mal”.

Top 3: “Cólicas!”

Depois de uma noite de muito feijão (ou outra comida do mesmo género) e na altura do beijo misturado com demasiada confiança ou nervosismo, é lançado um som das catacumbas , como uma porta a ranger… o som que ninguém quer ouvir e que maior parte das vezes significa “m*rda”.

Atenção: Pode sempre alegar que “Parar a cólica, faz mal”.

Para ter em consideração: Fotos Facebook (homens)

Aqui vai o Top3 das fotos que são postadas pelos rapazes/homen pelo Facebook/etc…!!

top3_male_fb_big

Top 1: “Cara de Mau”

Todos nós temos aquele amigo que mete as fotos a fazer cara de mau, muitas vezes a fumar a sua “ganza” ou com uma arma na mão.

Atenção:
Os comentários a estas pessoas podem receber ameaças de morte ou insultos.

Atenção que existem mulheres com este tipo de perfil!!

Top 2: Tronco Nu

A publicação de estas fotos na Praia  são sempre escolhidas em alturas chave, ou no Verão (o normal) ou no Inverno. Neste caso 80% vão ser postos no Inverno!
Nem sempre as fotos são da praia sendo muitas vezes tiradas num ginásio!

Atenção:
Se pretendes chamar as mulheres, refere bem no teu profile senão podes ter um batalhão de homossexuais a meterem conversa contigo!

Atenção#2: Não pensem por ser homens que não apanham os piropos de homens e mulheres, com comentário do género “és todo bom” ou “comia-te todo”.

Top 3: Ricaço

Desde dos inícios dos tempos, o homem gosta de demonstrar a sua riqueza!
Normalmente são fotos com carro estacionados ou indivíduos com fato do H&M.

Atenção: Só os homens/mulheres que não percebem nada é que vão deixar enganar com este tipo de perfil. Rapidamente sabe-se bem com quem se está a lidar porque normalmente a primeira fase de engate é “Gostas do meu carro?” ou “Este fato foi caro, sabias?”.

Normalmente um homem durante a sua adolescência até à vida adulta passa por estas fases. Uns mais que os outros e durante períodos diferentes.
Só na vida bem madura é que escolhem  uma de essas fases e especializam-se!

Para ter em consideração: Fotos Facebook (mulheres)

Aqui vai o Top3 das fotos que são postadas pelas raparigas/mulheres pelo Facebook!!

Top 1: “Foto Decote”

Aquela foto que muitas mulheres tiram e metem online, uma exibição? um chamamento? ninguém sabe bem o porquê, e nós homens não compreendemos mas agradecemos essas fotos.
O problema é que a maior parte dos homens, não consegue-se controlar, escrevendo piropos do género, “és muito linda”, “que gata” e “comia-te toda”.

Atenção:
Nos homens heterossexuais, os piropos nunca são a brincar (mesmo que eles digam o contrário), já nas mulheres heterossexuais, esses piropos deverão ser levados como comentários de ciúme ou ódio (exemplo, “és linda amiga”.. cabra).

Top 2: Foto Praia

A publicação de estas fotos na Praia  são sempre escolhidas em alturas chave, ou no Verão (o normal) ou no Inverno. Nós homens não compreendemos essas épocas, contudo agradecemos essas fotos.
Quando estas fotos são publicadas online, passa sempre pela cabeça duas coisas “quem tirou a foto?” e “porque está sozinha na praia”.

Atenção:
Meter fotografias em pleno Inverno de bikini é para esperar comentários estranhos/sexuais não só de homens como de mulheres.

Top 3: Foto Rabo

Estas fotos são as mais enigmáticas em qualquer profile, pois se enquanto homem fizer-mos algum comentário, é porque somos porcos! Se fizermos algum “like” é porque somos porcos, por isso temos a tendência de ignorar. Enquanto homens agradecemos essas fotos.

Atenção Final (mulheres bonitas):  Existem várias outras coisas que cativam um homem, pensem no seguinte, no Natal gostam de saber as prendas que têm ou depois descobrir ?

Atenção Final (mulheres feias):  Não existem mulheres feias!

No futuro irei fazer “Top 3 – Fotos Facebook (homens)

Para ter em consideração: Top3 Artista

Este Top 3 é dedicado a todos os artistas plásticos, escultores, fotógrafos e coisas a assim assim.

top3_artist
Top 1:
O artista erudito
Como o nome indica, o artista erudito é aquele que tem grande conhecimento e sabedoria e não se importa de falar sobre as suas origens e onde basea a sua obra artística.

Atenção: A forma mais agressiva do artista erudito também conhecido por  “artista professor”, pois uma simples pergunta como “onde é o wc?” passa para uma dissertação explicativa do trabalho de Duchamp (R.Mutt) sobre o dadaísmo e não pense que se fizer as suas necessidades pelas pernas abaixo que faz calar o “artista professor”, pois vai entrar em conversa sobre o que é performance, dando exemplo do género “Art Piss”.

Ideia
: Já agora deixo a ideia, que tal criamos o conceito de “Art Shit” (existe uma performance de um casal português que “reflete sobre este tema”), em que todas as pessoas cagam para o chão e limpam com um jornal? (Não faça, apenas estou a ser irónico).

Top 2: O artista wannabe erudito
Este é uma das formas mais agressivas de um tipo de artista, pois questões como “Sabias que existe outro artista que faz exactamente a mesma coisa que tu?” ou “Viste a ultima exposição no Museu?”, passa a ter uma conotação negativa (ao artista) fazendo que o artista comece a insultar sem razão aparente. Também passa por momentos que não sabe explicar o que produziu e tem ideias de montagem das peças completamente mirabolantes. Parte do wannabe erudito passa na leitura de revista como a Esquire , Art Forum e Maria (etc.. ) inspirando-se/copiando ideias estrangeiras. Referindo-se sempre de filmes e de livros que ninguém de perfeito juízo lê ou vê.

Atenção: Formas mais agressivas do artista “wanna be” erudito, é preciso ter atenção, pois perguntas inocentes desde “Está bom tempo” ou “Lembrei-me de uma poesia dos Lusiadas” passam a ser grande insulto para o artista sem razão aparente. Depois do primeiro ataque de histerismo, aconselho-lhe, não ligue e não perca mais tempo.

Má ideia: Se a tua temática são “pilas”,faz-me um favor, não espalhes as tuas ideias por todos os locais que passes, é um “caralho”.

Top 3: Qual artista?
Está é a forma mais básica a todos os “artistas” que saem da Universidade (exemplo, Bellas Artes). Conversas do género “Meu colega artista” entre os primeiros anos da Universidade é exacerbante. Mantêm aquela ideia que todos os artistas conhecidos tiveram acesso ao ensino superior, mesmo que as aulas leccionadas sejam uma mistura de oregami e dobrar envelopes.
Estatisticamente a cada 5 turmas de Bellas Artes existe apenas 1 Artista confirmado (fonte: INNPT)

Atenção: Fazer performance arte têm muita coisa que se lhe diga,  se não se sente à vontade apresentar os seus “trabalhos”, acredite que não se vai sentir à vontade estar à frente de várias pessoas, fazendo sabe-se lá o que… Temáticas como deficientes ou cadeiras de rodas ou drogados é considerado mau gosto.

P.F.F: Ficar parado a olhar para as pessoas ou gritar a dizer parvoíces não é uma performance, é um atrasamento mental e uma perda de tempo para quem a vê.

Conselho: Caro “Artista” que estás a sair das Bellas Artes ou Estabelecimento de Ensino  similar, aconselho-te com a maior convicção, se queres seguir tais estradas enjambradas nunca deves desistir! Contudo, não metas a tua arte ao preço de artistas conhecidos… Explicando para miúdos, entre dois iogurtes iguais com marcas diferentes qual compras? deixa pensar.. o que tem a melhor marca!!